quarta-feira, 7 de outubro de 2015


NÃO VALHO UM COELHO VELHO

"Não valho um coelho velho", 
disse-me um velho e enfermo
profanador de coelhos, "mas
gosto de vigiá-los

quando afoitos em recreios
orgiásticos. Conselho? Adote 
coelhos velhos. Não

valho um velho coelho.", 
me disse um velho e alheio
voyeur: voyeur de coelho.

Nenhum comentário: