domingo, 5 de julho de 2015


TECENDO RELAÇÕES (COSMOGONIA)

Um zé bonitinho não
tece relações: precisará
sempre de uma 
                       amante

que grite impropérios
e o leve alhures; que 
o espere acordada
madrugadas

e incorpore giras 
se esparrame em
tendas
          que evoluam

e incendeie o cosmos
desprendendo o 
cabelo
         às gargalhadas.

Nenhum comentário: