sexta-feira, 5 de junho de 2015


ANGU DE SCHOLAR

Livros errabundos na
mesa de centro. De quais
arrabaldes tais volumes
despenharam?

Em quais barafundas
fizeram-se livros? São
livros os livros que 
agora frequento?

São feitos de abortos
ou fetos ferinos? São
livros os lanhos que
abrigo em meu
                      peito?

Ilesos os sábios
que nunca renderam
louvores aos
                      livros.

Nenhum comentário: