domingo, 17 de fevereiro de 2013


ARTES MARCIAIS MISTAS

Não quero morrer de sono,
de tédio em bibliotecas
errôneas, subterrâneas
sem nem desfibriladores.

Quiçá em prontos-socorros
e em tablados meus vetores:
plataformas de bandagens,

poloneses corredores.